terça-feira, 26 de setembro de 2006

 
Cosme e Damião
Amanhã, 26/09/06 (quarta-feira) é dia de Cosme e Damião, os gêmeos cristãos da Arábia que praticavam a medicina por caridade. Foram mortos por um mal comum até hoje: a intolerância.
Várias são as versões sobre a sua morte. Alguns relatos afirmam que foram amarrados e jogados em um despenhadeiro sob a acusação de feitiçaria e inimigos dos deuses romanos. Em outra versão, na primeira tentativa de morte, foram afogados, mas salvos por anjos. Na segunda, foram queimados, mas o fogo não lhes causou dano algum. Apedrejados na terceira vez, as pedras voltaram para trás, sem atingi-los. Por fim, morreram degolados.
Na África e no Brasil, povos de comportamento mais ecumênicos (o Brasil cada vez menos), Cosme e Damião são associados à Ìbejì, palavra derivada de Igbeji, que dizer gêmeos e o orixá Igbeji é o único permanentemente duplo. Forma-se a partir de duas entidades distintas que coexistem, respeitando o princípio básico da dualidade.

Mas, entrei nesse assunto devido à dica do Marcelo Katsuki do Comes & Bebes. Foi ele quem lembrou-me a data. Acho que, como ele, sempre associei a data ao "Caruru dos Meninos" (muito mais que às balas e guloseimas). Mesmo porque, caruru é o meu prato predileto.
"O Caruru dos Meninos é formado pelo caruru mais arroz branco, feijão fradinho, abará, acarajé, xinxim de galinha, acaçá, banana da terra, canjica, inhame, farofa de dendê, pipocas, rapadura e cana-de-açúcar, constituindo um verdadeiro banquete baiano."
Liguei para todos os restaurantes baianos de meu conhecimento em Belo Horizonte. Não foi uma tarefa árdua, visto que são apenas 03.
Dos três, apenas o Alguidares atendeu a ligação, e respondeu que não farão nenhum evento especial na data (na verdade, o atendente nem conhecia a tradição). E mais... não tem caruru no menu do restaurante. Só sob encomenda. (Não se assustem tanto. Essa pratica é geral entre os 03 restaurantes. Não me perguntem o porquê.)
Se quiserem encomendar, seguem aí os tais restaurantes baianeiros:
Acarajé da Bahia Rua Jacuí, 2103 - Fone: 3444-7264
Alguidares Bar e Restaurante Rua Pium-í, 1037 - Fone: 3221-8877
Baiana do Acarajé - Rua Antônio de Albuquerque, 473 Savassi - Fone: 3264-5804


Mas para não deixar a data passar em branco, deixo uma receita de caruru para quem quiser se aventurar nesta delícia:
Ingredientes:
50 ml de azeite
1 cebola grande picada
1 dente de alho picado
150g de camarão seco sem cabeça
1 xícara de castanha de caju picada
½ kg de quiabo
2 colheres (sopa) de vinagre de vinho branco
sal e pimenta do reino
1 ¼ xícara de água
30 a 40 ml de azeite de dendê

Preparo:
Em um processador ou liquidificador, moa os camarões secos junto com a castanha de caju. Reserve.
Em uma panela de fundo largo, aqueça o azeite e nele doure a cebola ligeiramente. Acrescente o alho e doure mais um pouco. Acrescente a mistura de camarões e castanhas moídos e deixe que dourem ligeiramente. Acrescente os quiabos e deixe refogar até que fiquem bem verdes e brilhantes. Acrescentar a água, o vinagre, tempere com sal e pimenta e deixe cozinhar até que os quiabos estejam cozidos, porém ainda firmes. No momento de servir acrescente o dendê.

Comments:
Oi Kiko, essa história do Rafa na loja é bem engraçada né.

Criar um menino não é nada fácil, ainda mais sem uma presença masculina do lado.
Mas também tenho a vantagem de explicar pra ele o misterioso funcionamento feminino do ponto de vista privilegiado da mãe....
Dá uma passada lá e vê a história do 'menstruado"...
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?