terça-feira, 23 de janeiro de 2007

 

Communication Breakdown

Nossos grandes erros são causados pela falta de comunicação.

Cheguei mais uma vez à essa conclusão após assistir Babel. Um filmaço de Alejandro González Iñárritu (21 gramas / Amores Perros), com Brad Pitt, Cate Blanchett e Elle Fanning (irmanzinha da Dakota).

A nossa dificuldade de comunicação e de expressar nossos reais sentimentos nos levam, invariavelmente, a erros. Não importa se nossas intenções são boas, se estamos cobertos de razão ou se omitimos o nosso sentir para preservar o próximo. Estamos fadados ao erro.

Dificuldades liguísticas ou "handicaps" funcionais podem nos dificultar, mas são as barreiras emocionais e culturais as que mais nos prejudicam. E não nos prejudicam apenas porque não nos fazemos compreender, mas porque não concedemos a chance do outro se expressar de igual para igual.

Comunicar-se bem é uma virtude que está intimamente ligada à franqueza e ao compromisso com a verdade. Não o sabemos fazer. Não nos comunicamos.

Não é nossa culpa. Somos criados a acreditar que quem expõe seus sentimentos, vontades e desejos, fica vulnerável as vontades do outro. Alegrias contidas para não atrair olho gordo. Frustrações escondidas para não provocar pena. Fragilidades enclausuradas para não provocar desdém. E o pior, amor sufocado para evitar o regozijo do outro.

Blefe atrás de blefe, como num jogo.
Só que não existe jogo. Quem criou as regras? As regras funcionam se apenas alguns as seguirem? Se todos as burlássemos, o objetivo não seria outro? Não seria melhor?

Às vezes, compreendemos isso da forma dura. Por vezes, ao analisar o grande embaraço das nossas vidas, buscando a causa raiz, onde tudo começou, percebemos que estamos onde estamos por uma simples falta de comunicação.
Foi o que Yussef concluiu ao dizer, com hombridade e dignidade:
"I killed the American, I was the only one who shot at you. They did nothing... nothing. Kill me, but save my brother, he did nothing... nothing. Save my brother... he did nothing."

Comments:
grandes palavras amigo-gêmeo!!!
Os humanos se fecham e se armam, os humanos temem os humanos...uma pena o caminho sem volta que a não comunicação e expressão de sentimentos está nos levando...
beijooo
 
Vim deixar o "endereço" da sobremesa dos deuses e olha só o que encontro!
Babel!
Assisti ontem e, claro, também escrevi alguma "impressões" sobre o filme no meu blog.
Maravilhoso!
Como definiu muito bem um querido, "necessário".
:-)
 
Já ia esquecendo...
Pra comer aquela maravilha é só ir para o paraíso!
Santo André, no sul da Bahia.
Lugar delicioso. E o restaurante onde servem...
Casa Praia.
Casa e restaurante de dois argentinos (Pablo e Amadeu).
Vale conhecer!
 
need to talk to u xuxu.
asap!
big hug!
 
Mesmo sem Casa Praia acho que teria ficado em Santo André...
Na verdade, sempre que vou pra lá tenho medo de não conseguir voltar...
 
Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?